Por Raquel Assis

Crédito/imagem: https://br.freepik.com/

Bem gente, estamos em plena Pandemia devido a uma doença causada pelo coronavírus denominado SARS-CoV-2, a COVID-19.

Estamos aprendendo a conviver com o distanciamento social. Muitas crianças e adolescentes estão em isolamento. Pais estão redobrando os cuidados e mantendo seus filhos em casa. Proteção é palavra de ordem. A vida é o bem maior. Cuide-se!

Mas, quais são os prejuízos devido à falta de convivência? Como meu(a) filho(a) está desenvolvendo? Como trabalhar com as habilidades necessárias? Como interagir nesse momento? Como socializar estando isolados e distantes dos amigos e pessoas conhecidas?

Realmente, estamos vivenciando um novo tempo. Reinventando e adaptando mediante a tantas mudanças. Muitas são as indagações. Como? Como e como? Incertezas surgem em nosso pensamento. Muitos pais sentem cobrados e inseguros ao educar e levar o (a) filho(a) aprender, contribuindo junto com a Escola e Professores no Ensino remoto em Modalidade à distância.

É interessante que os pais nesse momento (novo tempo) aproveitem ao máximo o tempo para observar, interagir e conviver com os filhos. Seja acompanhando as aulas on line, ajudando com as tarefas e oportunizando momento criativos e lúdicos, onde há troca de afeto, atenção, carinho e muito amor.
Pais, programe as atividades, crie uma rotina, siga a agenda. Use toda a criatividade para criar brinquedos e brincadeiras, seja com sucatas ou com o próprio corpo. Cantem e encante seu(a) filho(a), crie memórias. Enquanto brincam eles aprendem. Aprendem a ser, a fazer e a conviver.
Prepare seu(a) filho(a) para a vida! Ensine, eduque através dos bons exemplos. A família deve estar sempre junta e unida. Devemos cuidar da saúde mental e emocional. Pais, seja mestre e domine essa arte que o ensinar. Garanto que através do brincar e interagir o aprendizado será para toda a vida.
Caso necessite de uma Orientação Familiar entre em contato conosco!
Ainda não é nosso paciente? Conheça as nossas especialidades e estejam preparados para este novo tempo.
Conte conosco! Agende um atendimento!
Até breve…

6 respostas

  1. Acredito que os pais estão, nesse momento, precisando mesmo de orientação em como preencher o tempo dos filhos com brincadeiras educativas. É uma oportunidade de deixá-los mais forte emocionalmente e mais seguros de si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *